Segunda-feira, 27 de Agosto de 2007

Recordar - Parte 2

Como hoje não me apetece escrever nada de novo vou recordar aqui alguns momentos dos primórdios deste blog:

 

16 de Dezembro de 2004 - Olimpiadas do Terrorismo

- Bom dia, estamos em directo algures na faixa de Gaza para assistir ás 3ªs Olímpiadas do terrorismo. Connosco, para comentar, está Eleutério Alves. Eleutério, o que achaste da cerimónia de abertura, que desta vez foi mais curta do que o habitual?

- Bom dia, senhores telespectadores. Foi uma comovente cerimónia que tentou fazer uma homenagem ao grande líder Yasser Arafat. Infelizmente, quando tentavam formar as letras com o nome de Yasser, o grupo encarregue da letra Y rebentou demasiado cedo e estragou o efeito... mas são coisas que acontecem.

- Sem duvída.- O comentador faz uma pequena pausa.- Bem, parece que os concorrentes para a primeira prova já estão preparados para começar. Na pista 1 vamos ter Jardir-Al-Qarawa do Iraque. Na pista 2, Ahmed-El-Al da Síria. Finalmente, na pista 3, Ahmed Basir da Palestina.

- Basir é considerado por muitos como a grande esperança destes Olímpicos, depois de ter feito o melhor tempo nos treinos de ontem. Além disso, como sabem, vem de uma família com grandes tradições na arte dos atentados há mais de 10 anos.

- Eleutério, é preciso não esquecer que ele é sobrinho do célebre Bharad Basir que detém o recorde desta prova, o rebentamento do autocarro.

- Sim, é verdade, o saudoso Bharad que provocou 25 mortos e 30 feridos na sua primeira e última prova.

- Mas estamos aqui para ver a prova de hoje e os concorrentes estão já nas suas posições, aguardam apenas o sinal do chefe de prova para partirem. Para quem não sabe, a prova consiste num percurso de 1km em que terão de atravessar dois postos de controle Israelitas, entrar no terminal, escolher um autocarro e explodir.

- A tensão é enorme entre os concorrentes...

- E partiram! El-Al mais rápido está na frente, mas Basir e Qarawa logo atrás não perderam muito terreno. Aproximam-se do primeiro posto de controle e recebem ordens para parar, mas Basir afasta-se do grupo e aumenta a velocidade... os soldados Israelitas começaram a disparar. Oh, não, Qarawa foi atingido numa perna e caiu. Basir e El-Al conseguiram passar.

- Mas Qarawa não desiste, é este o espírito Olímpico. Ele tenta passar ao pé coxinho, mas... não conseguiu, foi abatido.

- É pena, Eleutério, Qarawa tinha grandes esperanças nesta prova. Mas voltemos à liderança: Basir está agora a chegar ao segundo posto de controle, separado de El-Al por apenas uns 10 metros de distância. Os soldados desta vez nem mandam parar, começaram logo a disparar. Basir corre em zigue-zague e consegue passar, meu Deus, que prova maravilhosa que ele está a fazer. El-Al parece ter sido atingido, parou, deu meia-volta e caiu. Basir está sozinho na prova, resta saber se conseguirá bater o recorde mundial e Olímpico pertencente ao seu tio... Ele entrou agora no terminal e dirige-se para um autocarro que se prepara para partir... já entrou... - Pequena pausa.- E explodiu!! vamos aguardar pelos resultados.

- Basir era o favorito e parece ter justificado o favoritismo que lhe era dado.

- E já temos os resultados... é uma desilusão, senhores e senhoras. Basir entrou num autocarro que ia para reparação e na altura estava vazio. A desilusão é evidente na face dos apoiantes de Basir, o que achas Eleutério?

- Havia uma grande expectativa em torno da prova de Basir e parece que ele acusou a responsabilidade. Se tivesse escolhido o autocarro mais à esquerda tinha boas hipóteses de ter feito história hoje.

- E assim nos despedimos por hoje. Voltaremos em breve para mais uma transmissão em directo.

 

21 de Dezembro de 2004 - Olimpiadas do Terrorismo 2

- Boa tarde, estamos em directo de um posto de controle, algures na faixa de Gaza. Connosco temos o capitão Ariel Bernstein que nos vai falar sobre o impacto destas olimpíadas para o povo Judeu. Capitão, em que medida estes jogos afectam o vosso quotidiano?

- Boa tarde, como deve compreender é muito incómodo. Hoje, por exemplo foi um dia complicado para nós, pois disputaram-se as provas dos 100 metros e dos 1500 metros barreiras. Felizmente abatemos todos os participantes.

- Para amanhã já estão marcadas as provas de salto em altura, salto em comprimento e lançamento da bomba, preocupa-o que os atletas utilizem o vosso posto como meta?

- Não, não vemos nenhum problema nisso porque nós aproveitamos especialmente esta altura para fazer o campeonato do mundo de tiro e até agora tem sido um sucesso.

- Muito obrigado, capitão Bernstein, foi mais um directo dos Jogos Olímpicos para Terroristas.

tags:

publicado por LuisM às 22:43
link do post | comentar | favorito

.Outubro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.Últimos Posts

. Maitê Proença pede descul...

. Patrick Swayze

. Pedido Especial

. Para o Dia dos Namorados

. PORT

. Feliz Natal

. Gogol Bordello

. NDRIVE S300

. E agora a Cultura...

. Aprendam...

.Links

.Arquivo

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

.subscrever feeds

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

SAPO Blogs
Em destaque no SAPO Blogs
pub